Booking.com
//O Verdadeiro Show Que Você Precisa Ver Antes de Morrer

O Verdadeiro Show Que Você Precisa Ver Antes de Morrer

Assistir as luzes tocando o chão é o sonho de muita gente, também não é para pouco, o show que a Aurora Boreal proporciona a seus espectadores é esplêndido. Suas diversas cores naturais são o resultado de um incrível fenômeno físico, causado pela colisão dos ventos solares que ao entrarem na atmosfera da Terra, colidem-se com gases dispersos, como o nitrogênio (vermelho), oxigênio (verde) e hidrogênio (azul). Acontece no polo norte do planeta e seu correspondente no polo sul chama-se Aurora Austral – e é tão bela quanto a do norte.

Este belíssimo fenômeno é responsável por atrair diversos viajantes do mundo para os países próximos aos polos magnéticos da Terra, como Finlândia, Islândia, Noruega e outros países nórdicos, além de Canadá e Alasca. A Aurora Boreal é o tipo de evento que não tem como demarcar sua aparição, sem lugar, sem hora e sem data, para vê-las o viajante precisa de um pouquinho de sorte, entretanto existem locais em que sua presença é bastante frequente.

Booking.com

Conhecida como “A Capital Mundial da Aurora Boreal”, Tromsø – Noruega – é o principal destino dos caçadores das luzes, as chances de se presenciar o fenômeno são extremamente altas. Situada no norte do país, Tromsø é uma charmosa cidade que ao fim dos dias de verão é contemplada com as auroras boreais. O espetáculo é a principal atração da fria cidade, que pode chegar a cerca de -22 Cº.

Foto: Davide Gabino

Já em Luosto – Finlândia – o viajante pode contar com a tranquilidade de um “Alarme de Auroras” fornecido por um Centro de Investigação de Auroras Boreais da Cidade de Sodankyla. O hotel Santa’s Hotel Aurora, outrora chamado de Aurora Chalet entrega a seus hóspedes estes alarmes.

Foto: Airflore

De setembro a abril, meses de inverno na Islândia, as noites são mais longas e as luzes do norte dançam em Reykjavík – capital do país. A Islândia é conhecida pelo seu cenário repleto de vulcões e geleiras, mas não podemos esquecer que é também um dos principais destinos deste fenômeno, pois o país encontra-se no Círculo Polar Ártico. Próximo da capital existe o Parque Nacional de Thingvellir, o qual possui planícies ideais para acampamento e observação das belas luzes coloridas.

Foto: Gunnar Þór Gunnarsson

Para conseguir ver as auroras boreais é realmente necessário ter sorte, ficar atento às previsões, sempre visitar os países na época adequada quando os céus estão mais escuros, e, às vezes, se preciso, afastar-se das luzes artificiais das cidades para assim contemplar a naturalidade das belas luzes que curvam-se pelo céu gelado do norte.

 

Por Lorena Christine – Redatora de Conteúdos

 

Quer ter a chance de vislumbrar você também as auroras boreais? Faça um roteiro conosco!