Booking.com
//Do Chardonnay ao Cabernet

Do Chardonnay ao Cabernet

Trazida ao Chile pelos conquistadores e missionários espanhóis,a viticultura no Chile percorreu um longo caminho desde suas origens em meados do século XVI. Com seus quase 500 anos de história,o país não cansa de explorar novas áreas para o cultivo, a fim de continuar o desenvolvimento de sua viticultura.

Quinto maior exportador do mundo, o Chile tem inúmeras vinícolas tradicionais já com séculos de existência.

Booking.com

De norte a sul, as principais  regiões vinícolas se chamam, Aconcágua,Casablanca, Maipo, Colchagua e Maule, que juntas formam a região do Vale Central.

Casablanca,mais próxima do Pacífico, é famosa por seus chardonnay e sauvignon blanc; Colchagua, por seus tintos, como cabernet sauvgnon, o carmenère e o syrah; e Maipo, o mais antigo vale vinícola do Chile, nas imediações de Santiago, pelo cabernet sauvignon.

 

Foto: Reprodução

Colchagua é muitas vezes comparada ao Napa Valley, na Califórnia por suas montanhas de baixa altitude.

Em setembro o Chile é uma festa. O país comemora suas Festas Pátrias com música, danças e comida típica. Empanadas e vinho é uma das combinações imperdíveis.

Suzana Fernandes, Fundadora do nosso site todomundoviaja.com e a nossa agência, esteve no Chile e nos contou um pouco de sua experiência.

Arquivo do site

 

Conhecer a cidade de Santiago foi uma experiência divertida, a cidade é bem organizada, as comidas são muitos saborosas( as empanadas nem se fala). Muitos pontos turísticos interessantes.

Viña Del Mar deixou muita saudade! Espero retornar em breve, agora o foco é o deserto do Atacama  e o Valle Nevado , vamos esquiar.

Empanada vem palavra “empanada” vem do conceito castelhano empanar, ou seja, “fechar algo em uma massa ou pão para assar no forno”. As empanadas, inclusive as chilenas, têm suas raízes no costume de rechear pães com carnes ou verduras, que os pastores e viajantes levavam para consumir no campo.

Como a massa é para a Itália, ou o hamgúrguer para os Estados Unidos, para o Chile a empanada de pino (carne) é um prato simplesmente emblemático.

O pino é uma preparação muito chilena,  preparado principalmente com carne picada com faca (às vezes moída), cebola cortada em cubos, ají (pimenta) de cor e uma pitada de cominho.

Para a empanada tradicional de pino outros ingredientes também são acrescentados, como ovo cozido cortado em rodelas, uva-passa e azeitonas negas inteiras. Este recheio saboroso e suculento nos convida para uma harmonização com vinho tinto.

Foto: Reprodução

A região tem também a melhor infraestrutura turística e opções de hotelaria.

Se você quer conhecer além dos vinhedos, o Chile está cheio de lugares incríveis para o turista desfrutar.

Arquivo do site

Não podemos deixar passar desapercebidos os famosos pontos turísticos do Chile.

Santiago

Arquivo do site

Como  uma boa capital deve ser,  movimentada e cheia de atrações, Santiago impressiona por sua belíssima paisagem. As atrações na cidade vem desde atrações boêmias, museus (tais como o Casa Museo La Chascona, na casa onde viveu Pablo Neruda, parques  e a badalada vida noturna.

Arica

Foto: Reprodução

Simples e muito charmosa,Arica, é geralmente uma das cidades de passagem aos que pretendem chegar ao Peru, ótima opção pela tranquilidade e beleza do lugar, sem falar da possibilidade de um mergulho relaxante ( frio) no Pacífico ou de degustar pratos típicos da região nos restaurantes a beira mar. Avistar toda cidade no Morro de Arica é algo inesquecível.

Cajón del Maipo

Os principais pontos para visitação no local são as piscinas naturais de águas termais, o Monumento Natural El Morado, Parque Río Olivares, Embalse El Yeso e as Termas del Plomo.

Há diversas atividades ao ar livre como trekking, escalada, montanhismo, passeios de bicicleta, bungee jump, rafting e pesca.

Ilha de Páscoa

Foto: Reprodução

A misteriosa e isolada Ilha de Pascoa. Para chegar a ela é necessário pegar avião, geralmente partindo de Santiago ou do Tahiti.

A principal atração da ilha é sua própria paisagem, marcada principalmente por esculturas de pedra gigantescas (que chegam a medir 10 metros e pesar 80 toneladas), herança da antiga civilização maoi (da Polinésia) que habitou a região.

San Pedro de Atacama

Famoso deserto chileno, San Pedro de Atacama é uma pequena, quente e árida cidade no norte do Chile, repleta de turistas.

Foto: Reprodução

O Chile no inverno

Valle Nevado

Localizado muito próximo a capital chilena, Santiago, o Valle Nevado é uma indispensável atração no que diz respeito ao que fazer no Chile no inverno. A região abriga 39 pistas de esqui com teleféricos e outras atrações. Com uma estrutura hoteleira e equipamentos para recreação na neve.

Foto: Reprodução

Valparaíso

A cidade portuária. É cercada por diversos morros que são considerados seu principal cartão postal e também importante mirante da bela cidade. No topo de um deles é possível ainda visitar a Casa La Sebastiana onde viveu o famoso poeta Pablo Neruda.

Casa La Sebastiana (Foto: Reprodução)

Apesar de litorânea o principal entretenimento na cidade é visitar (caminhando, cavalgando) os casarios coloniais preservados em seu centro histórico, considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, bem como toda bela paisagem da região.

Viña del Mar

Arquivo do site

Um dos mais importantes balneários chilenos,e conhecida como “cidade jardim”, Viña del Mar, encanta por suas diversas áreas verdes compostas também por castelos e palácios construídos no século passado. Possui belas praias, o mar de água quase congelante do Pacífico desencoraja mergulhos, mas ainda assim são lindos cenários para passeios e refeições em restaurantes a beira mar.

O Chile sem dúvida é um lugar encantador, dos vinhedos ao deserto, um pouco de neve e cabernnet, esse país oferece um toque acolhedor aos seus visitantes. E o melhor de tudo,está na lista dentre os  países que os brasileiros podem visitar sem passaporte. Vamos visitar o Chile? Faça seu roteiro com todomundoviaja.com

Por Rosana Soares – Redatora de conteúdo