Booking.com
//Se é Proibido… É bem Melhor

Se é Proibido… É bem Melhor

 

A leste do continente asiático e situado a oeste do oceano pacífico existe um grande país,conhecido como “a Cidade Proibida”. Sua superfície é de 9.596.960 km², dos quais 9.326.410 km ² são de terra firme e 270.550 km² são de água. Trata-se do terceiro maior país do globo, ficando atrás da Rússia e Canadá. Estou falando da República Popular da China.

Booking.com

Devido a sua extensão territorial, a China apresenta uma grande variedade de paisagens e zonas climáticas.

Há planícies aluviais densamente povoadas, montanhas, colinas e pequenas cordilheiras. Na zona central do país estão os deltas dos maiores rios: o amarelo e o Yangtzé. No oeste predominam as grandes cordilheiras e os planaltos onde são encontrados desertos como o de Gobi e o Tekla-Makan, onde as tormentas de areia são comuns e chegam a atingir a Coréia do Norte e o Japão.

Mas, porque “Cidade Proibida”?

O nome “Cidade Proibida” foi dado por conta do rígido sistema de segurança que controlava a saída e entrada de pessoas no local. A grande maioria dos funcionários que viviam na cidade poderia viver sem nunca colocar os pés para fora daquela suntuosa obra.

O portão meridional era uma das principais vias de acesso à Cidade Proibida. Somente alguns conselheiros reais, membros da classe militar e o próprio imperador tinham liberdade para entrar e sair por aqueles portões. Segurança era o que não faltava naquela enorme construção. Uma grande muralha com 3,4 quilômetros de extensão e dez metros de altura protegia toda a cidade.

O tempo passou, e a muralha cresceu junto com o país.Obra  que levou cerca de 20 séculos para ser finalizada,e que foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO no dia 8 de dezembro de 1987.

Longe de ser proibida, a China, conhecida por seu regime comunista, ocupa o terceiro lugar na lista de países mais visitados do mundo, ficando atrás somente da França e dos Estados Unidos.

Nossa querida seguidora Tárfiny Gomes, recentemente esteve passeando por lá  e capturou a emoção dessa magnífica nação.

 

 

Na China existe uma grande diversidade de religiões e mais de 100 milhões de fiéis na China: budismo, islamismo, catolicismo, evangelismo e taoísmo são as cinco religiões principais. Além disso, existem também xamanismo, cristianismo ortodoxo oriental, e religiões que nasceram em culturas étnicas que existem principalmente entre minorias étnicas, tais como a cultura Dongba e a cultura Mazu. É importante salientar que a liberdade de consciência é um direito básico do cidadão chinês, garantido pela Constituição da República Popular da China.

Existem vários templos na cidade, e vale a pena dar uma paradinha pra tirar algumas fotos, admirar a beleza das arquiteturas e buscar uns minutinhos de paz interior.

O Templo do Céu (em chinês tradicional 天壇, , em pinyin “Tiāntán”) é um complexo de templos taoístas em Pequim, o maior da China.

Foto: Reprodução

Tem muita coisa boa pra se ver e fazer na China, sua capital Pequim, Xangai e o Tigre Asiático, Hong Kong oferecem alta atividade econômica e muito divertimento e lazer.

Por Rosana Soares – Redatora de Conteúdo